E nessa altura ainda não pensava naquilo…

Há coisas fantásticas! Agora, de repente, lembrei-me dum episódio que se passou comigo há trinta e cinco anos! Nem sei muito bem como me fui lembrar do assunto. Se calhar é o senhor alemão que me está a bater à porta. Ainda por cima a cena de que me lembrei foi passada no colégio alemão do Porto. Andava eu a correr e a saltar, cheio de alegria e vontade, quando fui selecionado para representar a cidade do Porto numas provas de atletismo contra uns atletas alemães da cidade de Sarrebruken. Acho que é assim que se escreve e não me apetece ir confirmar. As provas decorreram com toda a normalidade e ainda tenho fotografias a saltar umas barreiras. Depois houve um encontro, com lanche e bebidas, com os atletas alemães, no tal colégio muito afamado cá pelo burgo. Eu não me lembro lá muito bem como é que conseguimos fazer aquilo, mas quando reparei estava a beber vinho do Porto à golada… apanhei uma tosga vergonhosa e teve de ser o meu pai a meter-me no carro e a trazer-me para casa…

Leave a Reply