O homem da chicla que por lá fique mais três anos…

Sei bem que não se deve bater no ceguinho. Não é de bom tom. No caso, não devia rir-me da saborosa vitoria de ontem, do fêcêpê, naquela espécie de estádio. Mas não consigo resistir a mais uma alegria que aquela equipa de futebol me deu. Se eu me puser a olhar para o passado recente, facilmente consigo verificar que escrevi muito pouco sobre o fêcêpê e ainda por cima no ano passado ganharam tudo o que de importante havia para ganhar. Mas desta vez deu-me um gozo especial ver aquela malta toda ficar vermelha de raiva por termos ido lá ganhar mais uma vez. Estavam mais vermelhos do que as próprias camisolas. Até podemos não ganhar o campeonato mas só por este gozo todo… já valeu a pena. Adorei ver a maneira como o homem da chicla sacudiu a água do capote e desatou a culpar tudo e todos, mais propriamente o árbitro, quando deveria era ter falado das asneiras que cometeu durante o jogo… o mestre da táctica meteu água novamente… e eu não consigo deixar de achar piada só de pensar na figura que ele faz durante o jogo. Ai se eu fosse um jogador gaivota, estava desgraçado e de certezinha absoluta que era arrumado num instantinho… se calhar foi isso que aconteceu a alguns dos jogadores que por lá andam aos caídos… Enfim, foi mais uma festa, celebrada condignamente no nosso salão de festas. Desta vez sem direito a rega nem apagão…

Leave a Reply