Bando de incompetentes!

Não gosto muito, nem tão-pouco acho a mínima piada, vir para aqui falar de política. Chateia-me, pronto, mas algumas vezes lá venho eu meter o bedelho. Não sei muito bem porquê… Desta vez foi o piegas, sim o verdadeiro piegas, do primeiro ministro português que meteu novamente a patinha na argola. Desta vez vem dizer a todos os portugueses que afinal vão recomeçar a receber os tais subsídios… os de Natal e de Férias… a partir de 2015… e faseados, ou seja, distribuídos pelos doze meses do ano… deve ser para dar a sensação de um aumento… O incrível disto tudo é que o senhor tinha afirmado que estes cortes dos subsídios seriam realizados nos anos de 2012 e 2013… pelos vistos… o que hoje é verdade, amanhã é mentira, já dizia o célebre dirigente desportivo do Guimarães… que acabou como todos nós sabemos…

Eu estou à vontade porque nunca votei para estes lados mas dá-me um certo gozo ouvir agora aqueles que achavam que este senhor seria a solução para o país. Criticavam o ingiiinheiro por ser um troca tintas de um aldrabão e não perceberam que este é tão aldrabão como o que de lá saiu. Os políticos são todos uma merda. Tanto faz serem da direita como da esquerda. São mesmo uma valente merda. Tivemos um longo período de fascismo que nos tolheu as ideias e que nos deixou uma geração à frente do país sem a mínima experiência e com uma vontade enorme de se governar. Foi a geração do Mário Soares, do Freitas do Amaral, do Cavaco Silva, do Santana Lopes, do Marques Mendes, do Durão Barroso, do Paulinho das feiras, da camarilha do BPN que eram todos amigos do senhor Silva, do João Jardim, dos presidentes da junta e das Câmaras, dos sindicalistas que só queriam sacar regalias sem pensarem no futuro, das lideranças esquerdistas que não fazem a mínima noção da realidade económica, dos assessores, dos consultores, das negociatas, da economia paralela e eu sei lá bem que mais.   Só sei que nada sei e que tenho uma vontade enorme de os mandar para a puta que os pariu. Assim, sem mais!

Leave a Reply