Portugal é Lisboa, o resto é paisagem…

O futebol não deveria ter a importância que tem. Tanto problema para resolver e o pessoal anda preocupado com o futebol. Se calhar é mesmo necessário que se fale de futebol para não ter que se falar de outras coisas tristes. Mas triste, também o futebol o pode ser, principalmente para aqueles que não ganham nada. Não vou falar do fêcêpê até ao final do campeonato porque… não quero dar azar… tal é a minha confiança na equipa… mas posso sempre falar dos outros, o que tem duas vantagens… a primeira é porque não costumam ganhar e é mais fácil bater no ceguinho… a segunda está relacionada com a primeira porque também me dá um gozo muito especial constatar que mais de meio país anda frustrado e anda a inventar tudo e mais alguma coisa para justificar a sua própria incompetência. É bonito de ser ver.

Ainda ontem pude constatar (sim, eu constato…) que a nova maravilha futebolística de Portugal (um tal de Sbordem…) foi injustiçada e, em bom português, gamada pelo árbitro e se não fosse esse roubo escandaloso… o Sbordem, de certezinha absoluta, que teria ultrapassado esta equipazita espanhola… Os calimeros no seu melhor… Muito sinceramente até gostava que o Sbordem tivesse sido apurado para a final e depois ganhasse o caneco pois sempre era uma equipa portuguesa a ganhar. Não deu, paciência, mas daí a este histerismo todo que se assistiu durante quase duas semanas… valha-me deus… eu vi os dois jogos e não consigo entender como é que o Sbordem não foi goleado, tal foi a superioridade dos bascos, então ontem…

Leave a Reply