Não seria a mesma coisa…

Com esta idade podia-me dar para uma data de coisas inconsistentes… por assim dizer. Mas, apesar da idade, continuo com ideias fixas. Gosto de conservar as minhas velhas e conhecidas obsessões. Fazem parte de mim e não lhes vislumbro um fim próximo. Acho mesmo que tenho de tratar as minhas obsessões com carinho, dar-lhes mais força. Numa palavra, que são várias, devo torná-las imprescindíveis para a minha felicidade. E era só isto. É domingo.

Leave a Reply