Ficamos felizes e tranquilos.

As coisas são como são. Ter filhos é uma das coisas boas da vida. Há outras coisas que também são boas, para além de ter filhos, ohh se há… E também há muita gente que não tendo filhos consegue ter tudo de bom da vida. Mas a minha realidade é outra e quem também tem filhos sabe do que é que eu estou a falar. Acabamos por viver intensamente a vida dos nossos filhos, para o bem e para o mal, como se costuma dizer. Felizmente que as alegrias são em número consideravelmente maior do que as tristezas. Enquanto as crianças são isso mesmo, crianças, podemos e devemos olhar e cuidar delas no sentido de lhes proporcionarmos um crescimento saudável e feliz. Não vale muito a pena fazermos grandes filmes sobre alguns valôres que achamos essenciais transmitirmos porque se não formos inteligentes não os vamos conseguir fazer passar… porque a vida fora da esfera familiar é muito diversa e tentadora… e na minha opinião, a maior preocupação que tenho é mesmo que sejam educadas, respeitadoras dos outros e que tenham alegria de viver. Chega-me. E chega-me porque sei que não sou perfeito e elas também não o vão ser… nem que a vaca tussa…

E este lamiré todo para dizer que hoje tive uma excelente notícia no que diz respeito à saúde da minha minhoca mais velha. Quando estávamos na expectativa de vermos o filme todo a repetir-se… eis que o problema não chega a ser problema e a Rita Vanina do nosso contentamento não vai precisar de fazer nada de especial para continuar a crescer cheia de vontade e alegria.

Leave a Reply