Podia estar aqui toda a tarde que ninguém ia perceber nada…

Há dias assim. Dedicados à expiação. Dedicados a converter tudo aquilo que temos de mau em bom. Seria muito simples, se as coisas fossem assim tão fáceis. Mas não são. A vida é difícil e deixa-nos a pensar. Pelo menos a mim deixa-me. Não quero com isto dizer que, com os meus pensamentos, chegue a conclusões muito brilhantes, porque não chego, mas sempre fico convencido de que o meu tempo é bem empregue…

Mas voltando à expiação, e uma delas está relacionada com as cenas religiosas, só me apraz dizer que me esforço imenso. Esforço-me por tentar perceber as pessoas que se agarram à religião como a explicação suprema para todos os seus males. Não! Assim não vou lá! Está a ficar demasiado sério! Será porque o assunto é demasiado sério? É que não gosto nada de passar a ideia de que sou sério. Não sou nada sério. Sou bem disposto e descontraído a quem coube ter de lidar com assuntos sérios. Não tenho culpa por isso e bem gostaria de não ter que lidar com assuntos sérios… mas a vida… é difícil…

Leave a Reply