Fait divers…

De volta às notícias em Portugal, este país à beira mar plantado. Desta vez é a RTP que anda nas bocas do mundo. Uns acham muito bem que seja vendida e outros acham que é um crime lesa pátria. Alteram-se os ânimos sobre um assunto que ninguém conhece pois ainda não houve uma posição oficial sobre o assunto. Muito sinceramente não acredito que vá ser conforme dizem, com uma taxa paga por todos mais as receitas de publicidade… para no final terem um lucro de vinte milhões por ano… se assim fosse o estado não precisava de privatizar a empresa. A minha opinião é que se deveria privatizar a RTP1 e ficar o estado com a RTP2, com menos meios e menos gente. Sempre foi uma empresa que deu altos prejuízos e esses prejuízos são pagos por todos nós. Eu ainda perceberia se esse dinheiro fosse para pagar uma televisão de qualidade mas, aquilo a que vamos assistindo, é mais do mesmo… ao nível das outras duas estações televisivas… uma valente bosta, portanto. E depois há outra coisinha que me incomoda. Coisa sem importância… mas que me deixa com os cabelos em pé. Como é possível que se paguem os ordenados que todos sabemos que são pagos numa empresa do estado? Não deveria ser a lógica do mercado a funcionar. Não numa estação do estado. Quem não estivesse bem com ordenados mais baixos e menos mordomias… teria a porta da rua como serventia… ainda há muita gentinha com vontade de trabalhar e que gostaria muito de ter uma oportunidade, mesmo a ganhar muito menos e, ainda assim, levaria uma rica vidinha. Mas esta é a minha opinião…

Leave a Reply