Podíamos dar o exemplo!

As opiniões dividem-se. Apesar de não conseguir perceber como é possível, tenho de aceitar que existam pessoas que pensem de maneira diferente. Custa-me, mas é assim mesmo. Estou-me a referir às touradas, esse “espectáculo” bárbaro que ainda move multidões, em verdadeiro êxtase, para assistirem a um sofrimento desmesurado de um animal. É o povo que temos e, pelos vistos, que gosta deste tipo de atitudes…

Se o assunto ficasse por aqui eu até era capaz de me resignar mas o que é ainda mais escandaloso é que são usados dinheiros públicos, numa estação de televisão pública para promover as touradas, o que é verdadeiramente lastimável. Depois há uns episódios que não chegam a ser caricatos porque são tristes e são o espelho de certos tiques que ainda existem neste pequeno país. Não se percebe como é que um rapazola pega num cavalo, vestido de toureiro, com aquele ar de marialva… e desata a espicaçar o cavalo contra pessoas que se estavam a manifestar pacificamente contra as touradas. É um país de loucos. Poderia ter acontecido algo grave. Um cavalo é sempre um animal portentoso, pesado e um coice bem acertado pode mandar qualquer um desta para melhor.

Claro está que o rapazola não vai sofrer qualquer tipo de consequências, o que é uma vergonha, mas não seria nada mau se os responsáveis políticos tomassem uma atitude que abolisse, de uma vez por todas, com as touradas. Afinal, este pequeno país, foi o primeiro a abolir a pena de morte e muitos outros se lhe seguiram…

Leave a Reply