Que falta de talento!

Há coisas difíceis de serem bem entendidas, pelo menos para mim. Portugal, esse pequeno país à beira mar plantado tem a segunda (sim, a segunda) maior reserva de ouro do mundo. Como é possível um país tão insignificante como o nosso ter uma enormidade de toneladas em ouro. Guardadas, bem guardadinhas. Nunca se sabe o dia de amanhã… pode haver uma necessidade…

Eu entendo que essas reservas de ouro não devam ser gastas por dá cá aquela palha. Faz sentido. Não se deve gastar o ouro em cenas superficiais. Por exemplo: para comprar uma bela frota de carros para os membros do governo e para os senhores deputados; também não se deve pegar no ouro e criar um fundo para que o governo e os senhores deputados tenham uma reforma dourada ao fim de poucos anos; como também não se deve gastar o ouro para mandar construir um novo aeroporto ou mais auto-estrada entre o Porto e Lisboa. A lista onde não se deveria aplicar o ouro que temos guardado é muito extensa e execrável. Para cenas dessas eu estou totalmente de acordo em que não devemos gastar o ourinho.

Também percebo que devemos estruturar a economia e todas essas medidas com palavreado bonito que o governo e os senhores deputados teimam em nos encher os ouvidos. Dizem eles que o estado português não se consegue financiar, que não há outra alternativa para arranjar dinheiro e coisa e tal. Eu só não percebo uma coisa. Então não seria melhor o estado vender o cara… do ouro, ficar com o dinheiro para se financiar em vez de o pedir aos agiotas do fmi e do bce e ainda lhes ter de pagar juros que não lembram ao diabo e que nos estão a destruir como país? Pelos vistos, consta-se que não podemos vender o ouro… a comunidade europeia não deixa… consta-se que lhes iria estragar o negócio… dos juros…

Entretanto, a sangria continua e as pessoas começam a ficar em situações muito difíceis. A (falta de) classe política não quer nem saber do sofrimento de muitos portugueses. Está mais preocupada com os números. Consta-se que nosso Gaspar vai, todos os sábados de manhã, ao banco de Portugal e entra por uma portinha lateral, para não dar nas vistas. Não é nada oficial, mas desconfia-se que vá até à salinha onde está guardado o ouro e que fique a pensar se deve ou não gastá-lo. Anda muito exitante… não vá haver uma necessidade… e estarmos desprevenidos…

2 thoughts on “Que falta de talento!

Leave a Reply