Haveria outras soluções, mas…

tumblr_m1mls6IEPX1rs5z3do1_500

Ainda esperei pelas vinte e duas horas para reflectir sobre o meu futuro, o nosso futuro, por assim dizer. Fiquei à espera de um trovão, de um ruído assustador ou qualquer outra coisa que pudesse suceder… Nada! Já perdi a esperança. O mundo não vai mesmo acabar hoje! Não é que eu faça muita questão que tal aconteça. Longe de mim achar que já está tudo dito e tudo feito…

É um pouco frustrante ficar à espera que aconteça o fim do mundo e tal não suceder. Não é justo! Nem um pequeno meteorito! Um calhauzito? Qualquer coisa… Nada! Podia vir qualquer coizita do céu, que caísse directa e exclusivamente em cima da assembleia da república, na altura em que lá estivessem todos os deputados, o governo e, em visita de cortesia, o nosso dito presidente da dita república. Seria um servicinho limpo! Daqueles que não deixam dúvidas.

Para ser franco, aborrece-me um pouco desejar que tal sucedesse mas por vezes tenho de baixar o meu grau de elevação moral (ter, ter, não tenho… mas que dá vontade…) porque estes governantes TODOS são fracos, para não dizer fraquinhos. Só pensam nos seus interesses, nas suas benesses e querem lá bem saber da generalidade da população, das suas dificuldades, das suas frustrações e dos seus sonhos derretidos. Por isso, mereciam um calhauzito vindo directamente do céu, na tola, que era para aprenderem.

4 thoughts on “Haveria outras soluções, mas…

  1. admin Autor do artigo

    Fofinho 🙂
    Com tanto elogio ainda te atiro com um meteorito à testa 🙂
    Abraço à homem 🙂

  2. Luis Sampaio

    Do céu… por falar em céu os deuses devem estar loucos, ou muito distraídos. Do céu esperamos tudo, um grande nevão, os extraterrestres, um meteoro ou a salvação. Acabei de ler as tuas ultimas publicações, continuo a gostar da tua escrita descontraída, fluída, escorreita… etc, um dia compilada dará um grande best-seller. Abraço

  3. admin Autor do artigo

    Estive a ver as primeiras páginas dos jornais, à procura de alguma informação sobre o paradeiro das Suecas e… nada! Muito mau! E os do costume… continuam por cá… Mais do mesmo, portanto!

  4. Luís

    Isto é mesmo um País de brandos costumes… tens razão, nem ao menos um calhausito atirádo lá de cima, apontado de forma cirurgica, assim tipo fisgáda à Vilhena. Definitivamente as coisas já não são como nos velhos tempos…estou desiludido, ainda não sei o que se terá passado lá fora, pelo menos que os srs. da troica tenham ido com o caralho. Assim que ponha um pé na rua, amanhã pela manhã, vou cumprir o ritual de todos os dias e, comprar o jornal. Por agora, resta-me ir dormir um sono tranquilo e esperar que a primeira página do JN nos tranquilise a todos com noticias do género:
    Os nossos politicos imigraram.
    Arderam os arquivos do FMI
    Sede do BCE atingida por meteorito.
    Só Portugal saío ileso (e as Suécas boas) somos de novo livres.

Leave a Reply