Regressado dos montes.

cozido

O Carnaval pelas bandas dos montes nortenhos é de exageros. Apesar do cansaço provocado por tanta comida e bebida, foi um descanso. Foram uns dias fora do circuito… Apanhamos neve, muita neve, brincamos com e como as crianças no meio da neve. Ficamos enregelados mas com um sorriso de orelha a orelha. Vimos o Carnaval de Verin, que tem uma espécie de caretos locais, com uns trajes muito engraçados e que passam a vida a correr de um lado para o outro. Convém acrescentar que o traje tem seis chocalhos, como o das vacas, e aquilo é um chifrim descomunal… e, desta vez já não atiraram com farinha para cima das pessoas talvez porque, também em Espanha, haja muita gente a passar por dificuldades.

verin

De regresso, e depois de descarregar a tralha toda, levo com um tremor de terra, pequenino, mas que me fez pensar que estes momentos aprazíveis devem ser vividos e cultivados pois, num segundo apenas, podemos ficar soterrados, com uma casa inteira por cima das nossas cabeças. Por isso divirtam-se e não se levem muito a sério…

Leave a Reply