Cada um tem o que merece. Em tons de azul…

tumblr_lih3yjidzQ1qz7ltxo1_500

Nem sequer dá vontade de bater no ceguinho, apesar de que este ano o gozo foi muito maior. O clube dos coisinhos esteve quase a ganhar o campeonato, mas faltou-lhe um bocadinho assim… O país assistiu aos festejos antecipados, com as televisões do costume a fazerem o acompanhamento merecido… Festejaram muito e prepararam as festividades finais… esqueceram-se de fazer as contas e, acima de tudo, esqueceram-se de jogar futebol quando o deveriam ter feito sem hesitações… Acontece a muito boa gente, então aos fanfarrões…

Já aqui confessei que este ano estava descrente na vitória. Apesar de gostar do nosso treinador, do seu trabalho, da sua humildade e seriedade, achei que foram cometidos alguns erros de palmatória e, perante o aproximar do final do campeonato, fui deixando de acreditar na vitória. Quando o país assistiu à reviravolta total que aconteceu com a vitória do fêcêpê quando jogou com os coisinhos, também eu voltei a acreditar. Foi uma bela lição que aprendi. Saber acreditar até ao fim. Lutar até ao fim. Foi uma vitória bonita de se ver.

Claro que os ressabiados do costume não são capazes de reconhecer o valor dos adversários e esta vitória do fêcêpê vai ser rapidamente esquecida pelas televisões, jornais, rádios e até pelos responsáveis políticos… Somos pequenos, feios, porcos e maus… e não mexemos uma décima, que seja, com o brilhante número português do PIB.

Podem achar tudo isso, desvalorizar da forma como quiserem, mas há um pequeno pormenor que ninguém consegue apagar: o fêcêpê é o melhor clube português. É um clube competente, organizado, que sabe dar valor aos seus profissionais e que luta contra tudo e contra todos. Somos PORTO!

f

Leave a Reply