Professores. Que saco…

983859_10200942828065677_188449531_n

Aqui há uns tempos referi que não ia fazer greve aos exames nacionais. Hoje mantenho tudo aquilo que disse, apenas com um pequeno acrescento… Que o paulinho das feiras e o homem que come bolo rei de boca aberta se vão catar porque metem dó. Tirando este pequeno apontamento, queria mesmo afirmar que estou a fazer greve às avaliações. Hoje não me calhou a mim fazer greve. Mas vai calhar na próxima reunião de avaliação. É um sistema rotativo que vai dar frutos. Alguém já viu algum sistema rotativo a dar frutos? Não, pois não? Mas eu vi! E estou mesmo a ver que, se continuar assim, vai dar frutos enormes. Maiores do que os melões que os nossos amigos benfiquistas tão bem preservam e cuidam. Esta greve às avaliações, se for bem conduzida e “marketinguezada” pode ser muito eficaz e o prejuízo para os alunos é mínimo. Se esta situação se arrastar, como se pretende, o máximo que pode acontecer é os pais dos alunos não poderem ir de férias porque as matrículas para o ensino superior e para o secundário não estarem em condições de serem efectuadas em pleno mês de agosto. Como o mês de agosto, este ano, vai ser muito fraquinho e vai chover imenso, os pais dos alunos vão poder ficar a trabalhar para ver se compensam a queda do pib do primeiro trimestre… que foi muito prejudicado por esse inimigo celestial… o tempo…

Bah, já chega de baboseiras!

3 thoughts on “Professores. Que saco…

  1. admin Autor do artigo

    Kakakakakakaak tens toda a razão 🙂 ainda agora acordei para ir a Serralves e está a chover… Já não vou e o país vai-se ressentir da minha ausência 🙂

Leave a Reply