Vila Nova da Telha. Oh Mila, bota sheik!

tumblr_lbm5kbBVpO1qz5yn1o1_500

Esta fotografia é antiga, de um ano. Já por cá andou e, pelos vistos, continua a vir à baila. Gosto do azul. Sinto-me motivado pela cor. Esta fotografia tem muita história. É daquelas histórias que têm de tudo um pouco. Do bem e do mal. Mas essas são outras conversas. O que interessa mesmo é a fotografia. Era esta fotografia que eu gostava de ter nos panfletos. Podiam ser uns panfletos a preto e branco, com a minha fotografia em azul. Eu acho que ficava lindo. Não eu, mas o conceito… e eu trabalho com conceitos…

Puxando um bocadinho o filme atrás, e para quem ainda não se apercebeu porque tem mais que fazer, eu deixei de ser o putativo. Putativo candidato a Presidente da Junta de Freguesia de Vila Nova da Telha, na Maia. Deixei-me disso. Agora sou mesmo candidato a tudo aquilo que não vou repetir agora. É verdade. É oficial. Uma verdadeira responsabilidade vai cair sobre as minhas costas. Nunca tal me aconteceu. Sempre fui um verdadeiro irresponsável. Dos genuínos. E agora, assim, de repente, sem saber ler nem escrever, vou ser o candidato a tudo aquilo que dá muita canseira escrever.

Mas como é possível? Pensarão alguns (muitos…) que esta criatura de deus e dos amigos vá concorrer a Presidente, como? Pois é! Chegou a minha vez. Todos nós temos um momento, nas nossas vidas, em que vemos a luz. Uns vêem a luz sob a forma de um corpo com um sotaque diferente do nosso, que não é transmontano… nem tem bigode… outros sentem que, aos cinquenta anos, têm que experimentar outras coisas, outras cenas, para ficarmos por aqui… outros ainda, acham que devem começar o processo de luta contra o envelhecimento e desatam a correr e a saltar que nem uns loucos… e mais, muitos mais, com as suas taras e manias… tal e qual o nosso Marco…

Eu não sou diferente, apesar de irresponsável, também tenho uma luzinha lá ao fundo, tremeluzente, à minha espera, que me vai mostrar o mundo. Para já, só para começo das hostilidades, posso adiantar que esta fotografia irá estar rodeada de outras. Todas elas com uma aura que me fazem sentir, digamos, um mestre de cerimónias.

Peço imensa desculpa. Parece que me enganei na fotografia. A tal que é azul, afinal, é a que se segue…

546375_3951655428947_949247580_n

Leave a Reply