E eu a pensar que as pessoas só liam o texto!

gnu

Aqui há uns dias estive com uma miúda (desculpa Rute, mas és uma miúda (duplo sorriso)) que me disse que tinha uma colega (não sei de onde…) que leu uma vez o meu blogue e que achou que eu era um ordinário. Perguntei porquê. E a resposta foi bater no mais óbvio: as imagens. Mas porquê? As imagens porquê? Por aparecerem umas mamitas? Umas pombinhas? Umas pilitas em estado abelhudo? Não percebo! Principalmente porque esta malta nova está fartinha de andar por tudo quanto é site de pornografia. Pornografia “à séria”. É muito diferente do meu tempo, em que só havia a Gina que, invariavelmente, tinha uma data de páginas coladas. Na minha época, comparada com a de hoje em dia, éramos todos uns… tenrinhos. Hoje, a pornografia entra pelos olhos adentro, em grandes planos ou planos de pormenor que até dão ouras… Por isso não percebo o choque. Mas gosto de saber que há alguém neste mundo que me acha um ordinário e que o diz. É um começo. Pode ser que os outros quinhentos visitantes que tenho em média por dia também me digam o que pensam sobre o blogue…

Leave a Reply