Rosa Cruz à Presidência da Câmara Municipal da Maia.

Love boat

A partir da meia noite de hoje vai começar. Vai começar a primeira campanha política em que me vejo envolvido. Vai ser uma campanha à escala de Vila Nova da Telha, mas vai ser uma campanha merecedora do meu esforço e do meu empenho. Sinto que não tenho um discurso político polido. Sinto que não sei dizer as palavras que as pessoas querem ouvir. Nem quero saber. Já me basta o meu trabalho. Já me basta ter de falar e lidar com uma data de pessoas, de uma forma politicamente correcta. A minha intenção sempre foi exercer o meu direito de cidadania. Não estou, como é evidente, muito preocupado em ganhar qualquer tipo de notoriedade no seio da comunidade onde habito com a minha família. Quero apenas dar o meu contributo. A notoriedade, essa quero-a vinda dos meus amigos e amigas que me brindam diariamente com o gosto de estarem comigo. Isso sim, é notável e não tem preço.

Pelo meio, vou distribuindo uns panfletos, falando com algumas pessoas sobre os problemas da Freguesia e argumentando sobre as razões que levaram a minha rica senhora a concorrer à Presidência da Câmara Municipal da Maia. Na vida, temos de saber qual é o nosso papel e eu sei perfeitamente qual poderia ser o meu: aquele que apoia e acompanha uma grande mulher num percurso de vida singular e merecedor da devida atenção.

Leave a Reply