Vidinha cansativa.

1528116

Ora vamos lá ver. A minha vida não é só campanha eleitoral. Continuo com as minhas tarefas habituais. Só não vou trabalhar. Faço campanha. Sou um entre muitos. Mas parece que a ideia que passa para a sociedade civil é que os professores se estão a aproveitar do acto eleitoral para não porem os cotos nas escolas. Vendo bem, é mais do mesmo. É muito fácil malhar nos professores. Aliás, a culpa desta instabilidade toda que o início do ano lectivo nos trouxe é toda dos professores. O senhor que dirige o destino de milhares de professores não tem culpa de nada, absolutamente nada, e é vítima deste esquema demoníaco que são as eleições, que são o pretexto para que os professores faltem à escola… haja paciência.

Eu, realmente, estou a faltar à escola. Estou a exercer um dever cívico, não estou propriamente a roubar nada. Vou ter de repôr as aulas a que estou a faltar e são duas semanas… vai-me sair do corpo, deste corpinho pré-sexagenário… por isso não me pressionem. Não gosto de ser pressionado. Só quando quero e onde quero.

Entretanto, muito entretanto, vou continuando a minha vida. Continuo a desenhar. A ouvir Leonard Cohen, sim, esse mesmo! É o único que eu consigo ouvir. Consegue pôr-me a chorar e isso, é muito bom. Quando me passa a choradeira, só Goa Trance. Que é por causa das coisas!

2 thoughts on “Vidinha cansativa.

  1. Luís

    Olhei pró cartaz e pensei… nesta coina até eu votava.
    E com convicção, utilizava a racha da “urna” as vezes que o adiantado da idade permitisse…

Leave a Reply