Que vontade… grrrrrrr…

insultos

O que é que se pode fazer? Quando as coisas não correm conforme o previsto? Arrancar os cabelos não é lá muito boa ideia pois já vão escasseando. Bater em alguém que esteja a passar por perto? Também não é boa ideia por causa das artroses. Insultar? Berrar? Dar pontapés nos caixotes do lixo? Não me parece nada bem… ou seja, nenhuma destas actividades me parecem recomendáveis…

Então o que se pode fazer para libertar a raiva que sentimos quando estamos à espera de uma coisa e nos deparamos com outra? Eu gostava de saber umas cenas fixes, saudáveis, que não interfiram com mais ninguém. Correr? Não me parece lá muito saudável na minha idade. Ouvir música em altos berros? Até podia ser mas já tenho tantos problemas auditivos que não posso arriscar ficar mouquinho de todo. Ir a uma sessão de terapia em grupo? Essa era uma alternativa engraçada mas pouco viável porque ia ter de dar as mãos a pessoas desconhecidas e isso, eu não gosto de fazer. Pegar na minha bela Scarabeo e por-me ao fresco? Essa seria, sem dúvida, a melhor solução mas a minha bela Scarabeo está parada, triste e sem bateria…

Quando não existem soluções imediatas para os nossos problemas acabamos por nos resignar, por ter de pensar neles e de os resolver… mas custa. Custa ter de pensar racionalmente. Custar encontrar a melhor solução. E ter bom senso? Isso é que custa! Mas pronto, a vida é assim mesmo! Difícil, cheia de desilusões mas com muitas coisas boas pelo meio. É são as coisas boas que nos fazem vir à tona.

Leave a Reply