166,01. É um número bonito!

hyenas_eating

Não é um número redondo. É o número que me calhou a mim. A mim e a muitas outras pessoas. Aliás, eu nunca tinha reparado neste número. Confesso que nunca lhe tinha prestado a devida atenção. E já que estou em maré de me confessar, também confesso que nem sequer sabia que ele existia. Foi para mim uma grande surpresa.

Este numerozinho, insignificante para uns, importante para outros, é o numerozinho que vai deixar de aparecer na minha folha mensal de vencimento. Este numerozinho é o resultado da conta que fiz quando comparei o recibo deste mês com o do mês passado. Acresce referir que os recibos do ano passado também tinham um outro numerozinho: 69,38. Um número mais redondinho e engraçado mas que também deixou de aparecer lá pela conta bancária… Se me puser a fazer contas de somar, com estes dois numerozinhos… vou chegar a um outro, numerozinho, claro: 235,39. Número grandioso!

É muito número, eu sei. Nem parece meu mas os números acabaram de tomar conta do meu sistema nervoso central. Algum dia tinha de ser. Finalmente, hoje, fiz as contas todas e fiquei a saber que os nossos governantes resolveram tirar-me 832,56 euros em dois mil e traze e vão-me tirar 1992,12 durante o ano de dois mil e catorze. Estas contas foram feitas sem adicionar os subsídios de férias e de natal. E já que estamos a falar de números, o meu vencimento líquido é de 1130,16 euros. É este o número que me calhou para trazer para casa. Faz anos que não me calhava trazer um número desses para casa.

Como eu, muitas outras pessoas devem estar a deitar contas à vida, como se costuma dizer. Essas contas ainda não as fiz mas sei que as vou ter de fazer. Agora fico-me pela raiva. Pela vontade de dar dois tiros em cada um dos incompetentes que governam este país. Que ficam todos contentes por terem baixado o défice em mais um ponto percentual do que o que estava previsto. Já se percebeu como o conseguiram fazer e à custa de quem. Também está bom de ver que este ano o défice ainda vai baixar mais do que o previsto pois a carga de imposto ainda é maior. Para quem? Para os do costume, pois claro. Não tem interesse nenhum saber que as pessoas têm as suas despesas e que não as conseguem pagar. As pessoas que aguentem. Na minha terra, dizem-se muitas asneiras e nem queiram saber as que me passam pela cabeça quando penso nos incompetentes que nos governam…

Posto isto, vou terminar mal, muito mal:

FILHOS DA PUTA!

Leave a Reply