Uma coisa é uma coisa, outra coisa é… o que cada um quiser…

PixMix613_img030

Ter um blogue pode parecer muito reconfortante para a alma. Pode parecer que o dono do blogue pode escrever o que muito bem lhe apetece. Na realidade, não é bem assim. Quando o dono do blogue é conhecido ou expõe a sua identidade, essa vontade de escrever o que lhe vai na alma esbarra com a realidade da sua vida. É o que acontece comigo. Se estivéssemos a falar de filmes pornográficos, este blogue seria um softporno, muito levezinho e que nunca vai à cena do pormenor… e em que não aparece a última gota da ejaculação do macho musculado…Não me faz confusão. Assumo que assim deverá ser. Tenho dois blogues públicos. Este e um outro sobre a minha bela Scarabeo que, por sinal, até anda meio abandonado… mas é mais neste que vou escrevendo as minhas peripécias do dia a dia. Sim, porque aquilo que venho cá escrever, não passa de uma ou outra peripécia, mais ou menos aceitável para mim e para o comum dos mortais. Não escrevo nada que seja muito desalinhado com a minha vida e com a realidade em que vivo. O desalinho existe, disso podem estar cientes… mas não aparece por estas bandas. Peço desculpa que assim seja mas são espaços de total liberdade e se fossem conhecidos deixavam de o ser…

Este meu blogue existe por uma questão de equilíbrio social que eu necessito de encontrar quase diariamente. Quase tudo o que eu escrevo aqui tem uma dimensão expressiva, que é pensada, e que corresponde à minha vida social, que se relaciona neste mundo, portanto… Não pode ser uma expressividade descontrolada, sem qualquer tipo de relação de forças. Esse é um outro lado meu. Este, permite-me tentar viver de uma forma equilibrada. Permite-me tentar viver em paz com as pessoas de quem eu gosto.

Para mim, cumpre plenamente o seu papel.

Deixar uma resposta