Arquivo de etiquetas: O lugar das metáforas cruzadas.

Ui. ui, ui, ui.

“Se a ferida do ânus devesse ser considerada como possuidora das mesmas restrições que a ferida do virgo, e portanto se se tivesse de pôr em prática a desqualificação contra a cópula contra-natura, não se encontraria mulher nenhuma digna de se converter em mulher de um sacerdote, porque não existe nenhuma que não tenha sido ferida de alguma forma.”

in Cunnus

Concordo, mas também gosto.

“O obsceno é o fim de toda a cena pela dilatação da visibilidade até à aniquilação dos signos do real por um excesso de significante. Essas imagens de mulheres com a vulva totalmente aberta convidando-nos a ver o mais pequeno pormenor, o cromatismo variável das suas dobras, a aquosidade dos seus poros e a viscosidade dos seus fluxos, apesar de hiperreais não são necessários nem verosímeis, não acentuam o erotismo, anulam-no pela sobre-saturação dos seus signos.”

in Cunnus

Impotência.

“Consiste na incapacidade de atingir uma erecção normal; não se consegue uma erecção completa ou ela diminui antes do orgasmo. A causa pode ser psicológica, em especial se há uma boa erecção matinal. É mais provável que as erecções que diminuem após um dado período tenham uma causa física.”

in, num livro qualquer de medicina, que tenho lá em casa.

Dor no ânus.

“Com a dor, o esfincter anal (músculo do ânus) entra em espasmo; isto pode provocar obstipação, o que, por sua vez, agrava a dor. De um modo geral, este sintoma exige a observação pelo médico e rapidamente quando for acompanhado de perda de peso e/ou alterações na frequência e consistência das dejecções.”

in, num livro qualquer de medicina, que tenho lá em casa.

Meu deus, como elas sofrem.

“Como uma maldição bíblica, a vulva é atacada por iracundos e silenciosos vírus; povoada por agressivas floras exógenas, deformada por excrescências, carcomida pela putrefacção de células enlouquecidas. A patologia da vulva inclui processos leves como essas comichões de origem viral que levam as pessoas a coçar-se convulsivamente, endurecendo a epiderme e levando atrás parte do velo púbico.”

in Cunnus