Arquivo de etiquetas: Porque ela existe.

Adília ficou sem título.


Só depois de ler
Barthes
é que Camila
ficou a saber
que o dedo da masturbação
é o médio
até aí tinha usado
sempre
o indicador
experimentou também
o polegar
e viu que todos serviam
meu menino
seu vizinho
pai de todos
fura bolos
mata piolhos
depois de perder a virgindade
experimentou
com um tubo de Cecrisina
metido num Durex Gossamer
também servia
mas isto nada
tem a ver com o amor
tem a ver com o escrever
e com o pintar
e dá menos satisfação
a menos que Camila
se lembre de Jénia
e da penetração
então usa
só os dedos
e serve
para adormecer

Adília Lopes

Adília Lopes

“Era uma vez uma mulher sem sombra que encontrou uma sombra de homem sem homem. Isto encheu-a de tristeza. Começou a chorar por não ter sombra própria nem homem propriamente dito, homem de carne e osso. Então as lágrimas da mulher deixaram pegadas no chão e o homem pôde encontrar a sua sombra com a sua mulher porque seguiu o rasto deixado pelas lágrimas da mulher. A mulher deixou de se preocupar com a sua sombra. Está contente. Nada lhe falta. Nem a sombra que não tem.”